.

.

28 de maio de 2015

Documentos comprovam falácia de vereador sobre perda da Rodoviária de Chapadinha



O blog do Alexandre Pinheiro postou nesta quarta, 27, matéria de cunho sensacionalista e de conteúdo vago, sem clareza de informações, na base do “teria”, “seria”, inspirada em uma declaração do vereador Eduardo Sá, de oposição ao governo municipal, insinuando que Chapadinha não teria mais uma nova rodoviária porque “a prefeitura de Chapadinha teria perdido o prazo pra efetivar o convênio entre o Município de Chapadinha e o Ministério das Cidades que previa um repasse de 700 mil reais para a construção de um terminal rodoviário”, segundo o texto da postagem.

Sem nenhuma objetividade, a postagem omite qualquer recorte de documentos que comprovem a fala do vereador, quando diz “Conforme os documentos apresentados por Eduardo Sá, o contrato que foi assinado no dia 18 de setembro de 2014 e a prefeitura tinha 8 meses para apresentar os documentos, incluindo comprovação da posse legal do terreno. Como a justiça não julgou o processo de desapropriação o mais provável é que Chapadinha tenha perdido sua nova rodoviária em meio a um jogo de disputa política e perseguição”. 

Faltou ao blog e ao vereador, divulgar informações importantes, como a vigência do convênio, que é de 18 de setembro de 2014 (data da assinatura) a 30 de março de 2016. 


E mais: conforme já foi dito pela própria prefeita Belezinha, em abril, a prefeitura já efetuou o depósito, em juízo, no valor de R$ 157.855,89, referentes à indenização do terreno onde a rodoviária será construída. 

Segundo apurou o blog, todas as etapas cabíveis ao município estão consolidadas. "A rodoviária de Chapadinha é um sonho antigo de todos e será construída", disse o secretário de Infraestrutura do município, Aluísio Santos.

Enedilson Santos


0 comentários:

ÚLTIMAS POSTAGENS